Educação Infantil

educacao-infantil

Na educação infantil, neste inicio do processo de aprendizagem, o mais importante é incentivar nas crianças o gosto pelas descobertas. É essencial que a criança aprenda a conhecer, a fazer, a ser e a viver. Ao mesmo tempo a criança é estimulada a construir relações e se socializar, por intermédio de jogos, brincadeiras e atividades lúcidas, desenvolvemos os conceitos básicos presentes em seu dia-a-dia.

Faz-se necessário, assim, que o educador crie situações significativas de aprendizagem, para alcançar o desenvolvimento de habilidades cognitivas, psicomotora e socio-afetivas. Para concluir, podemos dizer que cuidar e o educador se efetivam nas mais diversas atividades rotineiras, já que as crianças pequenas ainda estão desvendando o mundo que deve ser conhecido e aprendido, porém, ainda não são independentes e autônomas para os próprios cuidados pessoais. As crianças pequenas precisam ser ajudadas e orientadas a construir hábitos e atitudes adequadas para estar e viver de modo comprometido e responsável no mundo que se descortina.

A linguagem mais próxima do universo infantil é a brincadeira; é por meio dela que o educando desenvolve capacidades importantes para o seu desenvolvimento, como atenção, a memória, a imaginação, a imitação, a criatividade, a capacidade de resolver conflitos, e consequentemente se apropriar de condições para uma fase adulta mais feliz e reflexiva. A brincadeira é possibilidade de construção de conhecimento. Ao brincar, a criança reflete sobre seu cotidiano e experimenta novas situações; recria e repensa os acontecimentos que lhe s deram origem, por meio da significação de sinais, gestos e objetos. É no ato de brincar que ela estabelece diferentes vínculos entre as características do papel assumido, suas competências e as relações que possuem com outros papeis, tomando consciência disso e generalizando para outras situações. Brincando, a criança recria e interpreta o mundo em que vive, relaciona-se com esse mundo e aprende. Mesmo sem intenção de aprender, quem brinca aprende, até porque se aprende a brincar. Enfim, a criança faz da brincadeira um meio de comunicação, de elaboração, de compreensão de prazer e de recreação.

A qualidade de educação de crianças pequenas esta intrinsecamente relacionada ao que se faz no cotidiano escolar. Para tanto, é fundamental que ocorra o comprometimento do educador e que se dê relevância às especificidades afetivas, biológicas, cognitivas, culturais, emocionais, linguísticas, lúdicas e sociais das crianças. Nesse sentido, o desafio de educação infantil é compreender que as crianças possuem uma natureza singular e maneiras especificadas de ser e estar no mundo para que a aprendizagem se afetiva de forma significativa.

Avaliar uma criança na educação infantil significa, sobretudo, acolhê-la no seu modo de ser e estar no mundo, observar e refletir sobre seus processos de apropriação do conhecimento.

A estrutura do material adotado em cada nível, contém dois cadernos com duas unidades temáticas. Por meio de um processo integrado, essas unidades temáticas compreendem os eixos curriculares de forma inter-relacionada, sendo possível, uma abordagem com maior significância e flexibilidade.

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Entre em Contato

Rolar para cima
Abrir WhatsApp
Fale Conosco
Olá
Posso te ajudar ?